Agenda


07/03/2015 - Lançamento do Livro Mulheres Incríveis no Conexão das Artes às 18h
12/03/2015 - Lançamento do Livro Mulheres Incríveis no Museu Arte e Vida(Duque de Caxias)às 14h
Mar de Culturas no Quiosque da Globo às 19h
14/03/2015 - Lançamento do Livro Mulheres Incríveis no Sarau Mulheres de Pedra (Pedra de Guaratiba) às 19h
21/03/2015 - Apresentação do Livro Mulheres Incríveis no Sarau Dedinho de Prosa (CIEP Julio Caetano)
23/03/2015 - Lançamento do Livro Mulheres Incríveis em Cabo Frio
26/03/2015 - Lançamento do Livro Mulheres Incríveis no Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ às 13hs.
29/03/2015 - Evento de Lançamento do Projeto A Cor da Palavra, com o Poeta Sérgio Alves e a Banda DSD. 16h

domingo, 21 de dezembro de 2014

Um Brinde à Vida e a Sanidade


Hoje ao sair de casa e ver a luz do dia, me veio a ideia de escrever este texto, uma vontade enorme de brindar a vida e a sanidade, me sinto sã neste momento e viva claro, de ontem pra hoje fiquei no limite, na linha tênue entre loucura e sanidade, fui ao extremo, sofri, chorei, gritei, esperneie, entrei em mim e não queria nada mais do que minha casa e minha cama, uma verdadeira crise emocional, fugi do telefone, do computador e de tudo, por vezes até de mim mesma e agora ainda não estou 100%, mas estou tentando escrever por as mazelas pra fora, difícil em poucas linhas, mas a tentativa é valida, sai de casa vim buscar a Anna, vou leva-la ao teatro e vou fazer uma hora, talvez lá no tablado, me vista de algum personagem que me tire desta fase, desta inercia, outro processo é encarar os possíveis problemas que me trouxeram até este abismo emocional, comecei e vou seguir um por um, tenho um grande apoio a minha mãe, ela esta lutando comigo. Quero vencer, vencer esta fase, vencer a doença, vencer a obesidade, vencer os medos e ser feliz, nem que seja amanhecer e anoitecer bem e com saúde, isso já basta. Vou seguir tentando quero destruir os “monstrinhos” que me perseguem nesta vida e dar risadas de todos eles e se por ventura houver alguns de vidas passadas, peço perdão a eles e licença para seguir em minha missão que não tem sido fácil. A todos vocês que me acompanham um muito obrigado, se é um teste estou prestes a passar por ele, se é realidade também esta acabando, se é medo estou te vencendo, se é sonho estou acordando, se é surto estou encontrando a lucidez, se é do passado estou vencendo no presente. Seja o que for, seja de onde vier estou no caminho certo, encarar e vencer. Um abraço fraterno aos espíritos de luz que me acompanham e em especial a você Lucio, por me ajudar a voltar e não fugir de minha missão que ainda não se findou nesta vida. Até a eternidade.

Elaine Marcelina